quarta-feira, 28 de julho de 2010

Carta

Eu gostaria de ser legal todos os dias. De nunca acordar de mau-humor. De sempre ter fé, de nunca duvidar. Gostaria de amar quem me ama, e de perdoar quem me odeia. Eu seria nem que por um minuto alguém que olha para o céu. Que para diante o espelho e admite erros.



Eu gostaria de estar em vários lugares ao mesmo tempo ou melhor que isso, estar de corpo e alma quando estiver do seu lado. Eu queria me lembrar de tomar água antes da pior sede. E juro, todo o tempo do mundo seria pra celebrar a vida. Os amigos vão se perdendo na estrada, a gente sobe ladeiras, conhece pessoas que nos fazem ver como é colorido o mundo e até essas pessoas se vão, para que fique o vazio e os tons de cinza. Isso tudo faz parte, e sim a vida é curta mas da tempo de se arrepender.


De recomeçar, aquela garota que vive intensamente no fundo ela não se conhece, aquele que não sabe o que fazer na verdade não quero trilhar o caminho, aquele que se acha velho é por que quer que o tempo passe ainda mais depressa, aquele que relembra o passado é por que não quer o presente que o futuro lhe oferece todas manhãs...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem, perguntem, elogiem, critiquem, mas sejam verdadeiros...