terça-feira, 20 de novembro de 2012

Dois


Estamos na era da informação!
Por que tanta alienação?
Sabemos de tudo seu moço!
Sim... o que acontece no japão... Qual nome do seu vizinho?
Ah, não me pergunta isso, Não! Trabalho o dia inteiro!
Sim de Janeiro a Janeiro!
Sim! Você vê a minha luta!
Vejo sua luta, e não vejo um sorriso, ta perdendo a batalha?
Não, que isso! Não vê que eu tô rico? Já viu meu carro novo?
Sim, aquele caro que passa na televisão...
Então, essa é minha felicidade, realização!
Essa amontoado de ferro com rodas, sem coração?
Ah! Eu trabalho tanto, mereço!
Eh estranho você pensar, que tudo tem preço!
Eu não sou esse tipo de pessoa! Faço até doação!
Sim você doa dinheiro! E tem doado atenção?
Ah, quando tenho tempo, vou até na igreja, faço oração!
Você ja viu quantos dedos tem na palma da sua mão?
Você ta mudando de assunto, ta achando que não sei não?
Pra contar os seus amigos, basta apenas uma mão!
Se engana, tenho muitos amigos, não vê isso não?
Vejo, aquele bando de puxa-saco, parecem carrapatos...
 Você é antigo, fracassado, não entende!
Ainda bem que não entendo...

domingo, 11 de novembro de 2012

É de quem?

Abri o portão e ela foi entrando
Não tinha dono, um bebê vira-lata legítimo!

O que fazer? Colocar pra fora?
Fingir que não era comigo?

Ela está no momento em que escrevo, debaixo da minha cama
Perto de uns bagulhos que guardo lá

Ja se alimentou bebeu água e agora descança
Protegida e em paz

Não é responsabilidade minha,
mas de quem é?

quinta-feira, 12 de julho de 2012

"Desculpa Ae"

Não posso querer que coisas novas aconteçam
pensando do jeito antigo.

Pensando antigo vou agir antigo,
e antes que eu perceba vou estar querendo recomeçar.

Então por que não começar agora,
começar do começo, recomeçar é antigo... não deu certo

Pra pensar novo joguei coisas fora,
liberei espaço e vi resultado...

Mas se antes joguei uma gaveta fora,
hoje joguei o guarda roupa inteiro,
quero espaço, minha cama e meu sonho

Não vou deixar minha felicidade pra amanhã,
no quase, no "tá chegando",

Já chegou! Já sou! É presente!

Me livrei de algumas pessoas,
eu as mantinha por exigência da minha solidão...
 Minha solidão que se vire, que vá tricotar ou aprender a fazer bolinhos de chuva,
eu quero mesmo é andar na chuva só, quem gostar de mim irá me seguir

Não posso fingir que não tenho nada,
ser modernamente insatisfeito.

Desculpa ae "todo mundo" mas eu já sou feliz com o que tenho.

terça-feira, 10 de julho de 2012

Amanhontem

Acordei hoje...
e por um instante pensei que fosse ontem,
e se eu voltasse a dormir, eu acordaria amanhã, ou hoje?
Hoje seria ontem? E o amanhã seria agora?
E agora? Onde estou?

Tudo denúnciava sua ausência,
mesmo evitando pensar, seu espaço está ali...
Cheio? Cheio de vazio? Faltando tudo ou existindo o nada?

Não sei meu próximo passo,
tenho que andar, mas qual o caminho?
Estou querendo certeza em coisas incertas?
Certas vezes eu acerto, e também erro certas vezes...
Estaria eu, certamente errado?

Junto o que sei, e faço pra mim
uma máscara, um escudo e uma espada.
Defendo, ataco e me escondo.
Como faço pra sair dessa luta por um round?

Tempo não volta...
Não digo por ter saudade do que passou,
mas sim por que o presente vai virando passado tão rápido,
a gente ganha o presente e o tempo toma, como um invejoso...

Acordei hoje...
pensando ser ontem,
será que se eu dormir, acordarei amanhã?
Mas o amanhã seria hoje, agora! E agora?

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Me importa

Fomos feitos um pru'outro,
mas nos encontramos em
situações desconfortáveis,
gerações trocadas...

Não é tão simples quanto
acender a luz,
coisas tem que nascer e morrer todo dia...

Seria simples
se as pessoas aceitassem o que temos à oferecer.
Não são migalhas!
É por que talvez você queira mais do que eu possa dar.

Eu sou responsável por minha felicidade
o carrosel da vida passa lento...
e às vezes não temos coragem de embarcar

Por mim você não saía da minha vida,
assumiria outro papel, não seria nem figurante, nem amante...
Virão cenas novas, novos encontros e desencontros...

Temos o agora,
Se eu tivesse a certeza de uma outra vida...
eu deixaria marcado um encontro ao acaso, numa livraria...
lá a gente se esbarraria...
e o resto só o tempo diria...
acreditar em destinos me desanima

domingo, 17 de junho de 2012

Antes

Tirar de mim algo que existe

Aparece quando me sufoco,

No Silêncio escuro

Claro, eu só percebo quando acontece

é sentir falta de ter as mãos cheias

Fechar os olhos

Olhar pra dentro

Respirar ar novo

 

cantarolar canções antigas

recordar o jeito de ler cartas amareladas

Ter nas mãos o passado,

e rasgá-lo

 

Lançar os pedaços ao vento,

assim me reinvento

substituo retratos

vou pra rua pra viver novas histórias

 

E ali eu aconteço, 

deixo olhares me invadirem

e sei que levam um pouco de mim

e deixam um pouco de sí próprias

 

quando vejo já não estou tão velho

tenho novas velhas histórias novas

já não me sufoco

uso minhas mãos vazias pra acenar do cais

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Violão e Nós

Como definir o "Violão e Nós"?

Uma experiência única, onde cada um deu o seu melhor, retirou o que há de mais puro da alma e colocou ali, para ser compartilhado, e todos "nós" fomos nos alimentando. Tudo começando com um violão, um violão de cordas velhas encostado no sofá... e amigos. Sim, pois onde existe amigos, existe sonho e realização. Os falsos amigos até sonham conosco, mas depois colocam nossos sonhos longe...
Os amigos Não! Esses dizem assim: - E então começamos a ensaiar quando? Como me disse Jon Pierre, me trasmitiu um enstusiasmo único e então guardei aquilo. Em seguida disse a Nino Nunes sobre o projeto, e ele disse calmamente e não menos entusiasmado, - Bora me velho, animo demais!
Precisavamos de Ritmo e de compasso, e não haveria pessoa melhor que Esdras Haendel. Queria também alguém pra trazer ainda mais energia, positividade e leveza, ninguém menos que Daniel Darezzo.

A turma ia crescendo e então minha sister topou participar, e ja foi logo dando suas idéias e me perguntando como seria. Pensei em Nádia Nunes, gosto do timbre, da risada da compania, e topou e deu o seu melhor.
Paula Ribélo trouxe a paz que meus ouvidos precisavam, e os arrepios tão bons quando ela canta "te Olhando dormir". Sempre tive vontade de cantar mais com ela, tivemos uma banda , "Flor de Laranjeira", tão perfeita que fizemos apenas um show, e assim quando convidei Clara Lopes ela logo me disse entre sorrisos: -Claro! E me emocionei com sua apresentação!





Tive também a participação de João Pedro (JP), empenhado em dar o seu melhor.




 E fechamos com chave de ouro, com o som inconfundível da Gaita de Marcelo Teixeira, um cara de um astral ótimo e uma musicalidade ímpar.

Juntamos isso tudo aos nossos queridos amigos e companheiros da produção, Diogo, cheio de iniciativa, prestativo e animado. Eduardo, mais sério (no início rsrrs) concentrado e super capacitado e literamente nos iluminou, nosso amigo Itamar nos emprestando instrumentos e dividindo conosco os momentos. Leonardo Silva meu braço direito sempre disponível, disposto e organizado. Isso tudo ia sendo registrado pelas lentes do incrível Felipe Assunção, o cara que eterniza momentos. Entre outros que posso ter me esquecido mas que de maneira nenhuma são menos importantes!

Tivemos um som maravilhoso feito por Toninho e Diel, e filmagem de Bruno Santos. Todos empenhados pra que o evento ficasse lindo!

Agradeço toda a atenção e paciência que recebi de Letícia e Pedro e toda equipe do teatro Sesi Holcim que abriram as portas do teatro e confiaram no meu trabalho.


Agradeço ao público que compareceu fielmente ao espetáculo e me acalentou com palmas.

De uma coisa tenha certeza, nós saímos de lá pessoas melhores, reforçamos os laços de amizade, alegramos nossos corações, ficamos anciosos, nos emocionamos, e demos muita risada rsrs! Isso não se compra...

Uma força criadora esteve conosco o tempo todo... Seria Deus olhando sob os óculos lá de cima?
Na verdade não sei, mas sei que eu estava rodeado de anjos de carne e osso, desses raros aqui na terra!

E foi assim o "Violão e Nós", agradeço a você que nos prestigiou,
espero que vocês tenham gostado!

Um grande abraço a todos
Ben-hur de Oliveira



sexta-feira, 4 de maio de 2012

Carta à Deus

Belo Horizonte 04 de Maio de 2012

Deus,

Criador dos Céus e da terra, permita humildemente escrever-te algo em minha defesa, expor às dúvidas que tenho e talvez me defender. Conheço um tanto considerável de religiões, e já conersei com inúmeras pessoas. Algumas inclusive me disseram ser representantes de vossa excelência na terra, mas nada substitui a sua própria voz. E o que vi ou ouvi não foi suficiente, e digo sem medo que não o conheço direito. Cada um o define de um jeito e interpreta seu manual de uma maneira. Não quero correr o risco de te imaginar como não és, ou entender errado o que queres que eu faça. Serás oculto, tampas seu rosto? Ou eu tapo meus olhos?
Sei da má natureza humana, do que somos capazes por dinheiro e por poder, de como somos egoístas, e fúteis, arrogantes, invejosos, aparecidos, hipócritas, indiferentes...
Mas pergunto-lhe de todo meu coração:
-Devo passar minha vida toda me culpando, por terem matado Jesus? Ou quando há perdão, há esquecimento?
Deus, acredito que devo usar a minha vida para semear o bem, pegar as sementes e plantá-las por mais difícil que seja o solo, é uma causa nobre, por que eu acho nobre sinceramente não sei. Já que no mundo que vivo pisam no meu pé e eu que tenho que pedir desculpas. Mas o que entendi até hoje, foi que, faço isso tudo pra ganhar um prêmio? Um lugar no Céu? Tipo férias em Acapulco pra sempre?
Permita-me perguntar?
- Isso não pode nos tornar meio "interesseiros" ao invés de lutarmos verdadeiramente pela causa?
Eu não tenho feito sua obra perfeitamente... Hoje um mendigo me pediu um pedaço da minha coxinha, mas achei ele com cara de folgado e a coxinha era de catupiry , mas mudarei, pretendo.
Uma "representante" sua na Terra, disse outro dia que quem não paga dízimo está roubando do Senhor.
Olha não é "pão-duragem", e sei que o Senhor me abençoa muito mais, 10% não me deixarão mais pobre.
O fato é que fico um pouco desacreditado se você realmente manda comprar jatinhos, casas de praia, apartamentos, carros blindados, iates. Até concordo que se eles são seus representantes e "merecem" um certa atenção especial, mas é difícil acreditar que o Senhor prefiro dar a eles esses agrados e confortos do que dar a grande massa condições mínimas de vida. Se eu estiver errado, por favor me fale! Não quero cometer esse pecado de graça! Os outros pecados que cometo eu assumo, as mulheres peladas que ja vi na internet pode anotar ae que faço questão de pagar por isso, um purgatório talvez, " ficar amarrado escutando "Gaiola das Popozudas" seria um castigo razoável, mas quem sou eu para escolher minha punição e desculpe-me pelas brincadeiras, mas não acredito que sejas velho e ranzinza como me contaram.
Deus agradeço-lhe por tudo que fazes por mim e por todo entendimento que tenho, alguns dizem que meu entendimento veêm do seu inimigo , mas "sinto no meu coração" que não é.
Agora, uma coisa lhe agradeço e especial: o Livre arbítrio! Direito de escolha, de errar, de acertar e principalmente de pensar...
Nas aulas que estou tendo de Neurofisiologia fico maravilhado com sua inteligência e criatividade perfeitas, eu nunca, em todo o meu feijão pensaria um 00001 nano por cento do que você pensou, só não fico maravilhado com minhas notas, mas isso é culpa minha.
Mas retomando ao livre arbítrio, essa liberdade a nos confiada é um poder sem limites. e vejo pessoas, mortais como eu, querndo me impedir de exercer uma coisa garantida pelo Senhor, não acho isso certo. Criaste um cérebro fantástico que nos permite descobrir tantas coisas e querem que eu não use! " Não se não pode pensar asssim".
Deus você nos dá livramentos? Já escapei de cada uma, que acredito ter tido mão do Senhor. Mas, você tem um critério pra escolher quem você vai livrar? Por que merecer, sei que não mereço, digo isso sem medo.

O fato é que estruparam e mataram uma menina de 9 anos aqui no estado.
E creio que uma criança é pura, pergunto-lhe:
É verdade que você nos livra? Se sim, por que deixou que isso acontecesse?
Não lhe pergunto isso lhe cobrando (quem sou eu) mas seria injusto (ao meu ver), "livrar" alguns e "não livrar" outros.
Meus conceitos de justiça estão errados?
Me disseram com bastante certeza que essa "menina que foi violentada" estava pagando por uma outra vida.
Que estava reencarnada e que voltaria numa outra vida melhor.
Existe reencarnação? Eu acho até "justo" com o pouco que sei. Mas, por que não lembro de minhas vidas passadas?
Deus, os animais. Eu os admiro e os amo. Pra mim eles são puros, e segundo o que aprendi os puros não deveriam sofrer. Ja me disseram também que os animais sofrem pelos nossos pecados.
- Deus, isso é verdade? Eles sofrem por nós? Se verdade, até quando?
Quanto ao sofrimento, eu acredito o sofrimento ser algo normal desse mundo.
Sentei meu pé numa pedra ardósia, doeu, eu "sofri", mas é natural.
Perdi entes queridos e sei que isso é natural. Também irei morrer um dia.
Deus sei que talvez eu não esteja pronto pra saber sobre o que te perguntei, mas se tive essas dúvidas tenho que perguntar pra alguém que não vai me julgar, dizer que estou "blasfemando" que estou querendo saber demais que decidi te perguntar diretamente. O fato é que seus representantes estão trabalhando usando métodos do medo, repressão, frizando que vamos para o inferno, que somos culpados e diminuindo o orgulho de "ser humano". Se Deus, você for isso mesmo, e seus representantes estiverem falando a verdade, digo que não lhe seguirei mais, e pode por o meu nome na lista. Se tenho "livre arbítrio" irei usa-ló.
As pessoas podem até ler e tirar suas conclusões e julgar e fazer o que sempre fazem, mas não ligo, a carta é para o Senhor.

Ps: Se você não puder falar diretamente comigo e tiver que usar alguém para me "explicar", peço por favor não me mandar nenhum fanático que quer me dar "bibliádas" e me insultar, isso dispenço.

Muito obrigado pela atenção:
Ótima eternidade!








terça-feira, 17 de abril de 2012

Sabe o que é

Fiz meus pés me levarem a lugares que eu queria chegar
nunca liguei de andar só
de fazer tudo, de decidir tudo

em cada escolha se deixa tanta coisa pra trás
ao virar pela direita nunca saberei o que tem na esquerda
e ao virar pela esquerda nunca saberei o que tem na direita

e depois de muitas curvas a gente pensa? Pra onde estou indo mesmo?
Por isso devemos colocar nossos sonhos bem altos
eles serão guias, como as estrelas...

não desisto de ninguém, mas não insisto pra sempre
as coisas vem, pra todo mundo as boas e as ruins
o ideial é saber o que fazer com elas

Eu não entendo a base das coisas,
como o circuito funciona,
o que move, merecimento? Destino? Acaso?

E antes de enlouquecer eu paro de pensar nisso
sei que no fim do dia, tenho a sensação que podia ter feito mais...
ninguém vai fazer nada por mim

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Eu você e o Céu (Ben-hur de Oliveira)


  
È só aquela mania de lembrar de você/ toda vez que me distraio/ sem culpa eu caio

Um café quente pra tirar o cansaço/ um pensamento bom pra iludir o fracasso/ o que eu faço

 ponho meus óculos pra esconder o olhar/ enquanto meus pés me levam para o mesmo lugar/

 Pego a estrada sem ter direção/ como se eu fosse esquecer o caminho de casa/ 



 Está tudo tão igual/ tudo onde eu coloquei e por que não me encontro?

Tudo tão normal/ do jeito que planejei, o que será que falta? Será sua falta?




  Eu viajei, vi outros céus você não estava lá/  pra eu esticar o braço pra  nos fotografar

Sorrindo pra eternizar  um momento bom qualquer nada espetacular seria só eu você e o céu

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Depois de nós

Eu pensei que você apareceria na minha mente
nos dias frios,
em que eu me sentisse sozinho,
mas não,
nos meus dias mais felizes sua imagem se forma
junto ao arco-íris,
nas risadas que eu consigo ouvir,
no sorvetes que saboreio vendo um pôr-do-sol
em tudo que me faz acreditar na vida,

Não era hora de você ter vindo
nem de ter ido,
o "acaso" não agiu a meu favor,
Deus assiste lá de cima sentado numa gangorra...
Talvez ele lamente por nós.
Estamos mais paralelos do que nunca,
e como já escrevi antes:
-Quem sabe no infinito...

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Camisa velha de uniforme

Hoje foi um dia daqueles que começaram mal,
planejei uma coisa e uma parte de mim me desanimou a faze-lá...
coisas simples, mas importantes...

E durante o dia vai batendo um certo arrependimento,
de não ter acordado mais cedo, ter começado
ter deixado o desânimo tomar conta...

São coisas que estão lá para serem feitas,
coisas simples, que vou adiando...
e você tolamente vai se acostumando à elas

Como um fio pendurado na parede,
me acostumei a baixar a cabeça pra passar por ele
ao invés de retira-lo dali...

E são muitas coisinhas que estão lá por fazer
Eu as deixo, elas nem ligam...
olham indiferentes pra mim,
como as caixas de papelão olham pra mim no fim do corredor

Tenho que me livrar de tanta coisa!
Material, emocional, lembranças...
Coisas que estão ali, sem utilidade

Pra que eu as guardo?


No fim da tarde comecei minhas tarefas.
coisas simples, cuidar de mim, do meu quarto,
da minha casa... da minha vida

Joguei muita coisa fora! E tem mais pra eu jogar!
Quero leveza! Me lembro uma vez que viajei de última hora,
levei tanta coisa inútil... fui pra relaxar e levei problemas comigo

Eu me cobro bastante, e não enxergo os passos que dou
mas hoje fiquei mal comigo mesmo,
vendo as coisas que deixei inacabadas...
das que eu coloquei virgula ao invés de ponto final.

Preciso plantar sementes!
Sei que muitas demoram germinar...
Mas aprendi isso um dia atrás com uma amiga,
"tem sementes que germinam com semanas, outras
demoram anos"

E na verdade nos queremos é colheita!
Mas tenho que limpar a terra primeiro
escolher minhas melhores sementes
escolher a hora certa de plantar,
aduba-las regalas...

E jogar fora o que não tiver utilidade na minha vida,
não preciso guardar nada, nem datas de aniversário
Estou entrando de cabeça nas minhas bagunças,
e sim eu estou sujo, cansado, precisando de um tempo

e o que eu faço com minha camisa de uniforme do ensino médio?
Toda rabiscada por amigos que não sei onde estão?
Estou vestido com ela por que não tem outra de algodão pra eu durmir

Tinha uns 8 ANOS que eu não usava essa camisa!
8 ANOS! A mesma tinta de "canetão" de 8 Anos atrás!
Agora ela não será mais inútil!
Virou um pijama!

terça-feira, 20 de março de 2012

TRÂNSITO

O que vim contar à vocês não é nada novo, você ja ouviu falar sobre isso, pode até ter refletido um pouco e depois rapidamente se esqueceu... Mas não se desanime de ler o texto, respire! Podemos?

Todos os dias pela manhã depois de me arrumar, tomar um café, pego o carro e sigo à caminho da faculdade, que fica a uns 8 quilometros de minha casa. E todo dia tenho que enfrentar uma verdadeira guerra: O TRÂNSITO. Não reclamo quanto ao meu transporte, tenho um conforto, vou no meu carrin, escutando "Milton Nascimento" "Teatro Mágico", "Ben-hur Oliveira" e por ae vai. O problema é agressividade do trânsito.
E tem uma frase clichê que diz: "O trânsito é feito de pessoas". E é isso que me preocupa, as pessoas fazem o trânsito ficar agressivo. O Monstro da Pressa encoraja os "pastéis" e super-estima o "fodões".
Gosto muito de dirigir e sigo tudo que meu "instrutor de auto-escola" Ricardo me ensinou, e olha que ja tenho uns 4 anos de carteira...
Belo-horizonte é uma cidade bem sinalizada ao meu ver, tem placas, ruas sinalizadas...
E eu sigo praticamente 100% do que elas pedem... Lógico que não sou uma tartaruga no trânsito, que para duas vezes na esquina quando vê a placa "PARE"(apesar de ser o certo).
E digo mais, sempre que posso faço uma gentileza, que apesar de não ser "Obrigação" (acredito que "NADA" é obrigação), geram frutos bons, "GENTILEZA GERA GENTILEZA" (e gente folgada também).
 O fato é que sempre que estou dirigindo, noto como às pessoas são arrogantes, estúpidas, EGOÌSTAS. Pensam que são donas do trânsito, que SEMPRE é a vez delas...
Fico bastante chateado quando alguém me corta com grosseria, ou não sinaliza e entra na minha frente correndo, toma minha vaga no estacionamento etc...
Sim talvez eu seja um "Bobo" no trânsito... mas pergunto à vocês:
- O que é ser "ESPERTO" então?
Abrindo um pouco o "leque" da conversa, quero falar sobre os "ESPERTINHOS"...
Somos um dos países com maior corrupção do MUNDO, aqui se rouba de tudo, de qualquer forma, de qualquer pessoa, as IGREJas não me deixam mentir, ah o por falar de Igreja EITA Povo abençoado! Vai ter gente "ESPERTA" assim lá na sauna do Capeta...
Retomando, os espertinhos são esse tipo de gente que quer levar "Vantagem" em tudo de forma "ILEGAL", e isso acontece nas pequenas coisas, " AH vou levar isso embora, não tem ninguém olhando", "Ah vou beijar essa mina aqui, minha namorada nem vai ficar sabendo", "Ah vou levar uns papel higiênico desses lá pra casa, a escola tem tantos"... e no trânsito... (REEETOMANDO) eles estão por todo lado, como diz aqui em Minas eles "Fingem de ÉGUA" "Dão uma de JOão Sem-BRAÇO" e vão ae levando suas "vantagens diárias".
Vou generalizar uma coisa triste: "Nós Brasileiros não temos "MORAL" de reclamar por exemplo, de nossos Políticos" eles são nosso reflexo. Se estivessemos no lugar deles faríamos exatamente o mesmo que fazem...
Vamos tentar ser ao menos "coerentes", nós vigiar...
Não vamos agir certo só quando alguém estiver olhando, ou perto da polícia, ou por que "Papai-do-Céu" castiga...
Niguém é perfeito mas para se respeitar o próximo não é preciso ser perfeito.

E vou dormir pra "DIRIGIR" mais amanhã cedo...

quinta-feira, 8 de março de 2012

Sentidos

Quem enxerga nem sempre se dá o prazer de ver
As coisas são como eu imagino
Imagino coisas que gosto
sei das coisas que gosto
e mesmo não tendo por ser humano,
alguns sentidos aguçados eu me divirto...
Gosto do cheiro de filhote de cão,
Gosto da textura da pele dela,
Gosto de sentir o cheiro de "xampú" no cabelo dela,
Gosto de ouvir a voz rouca daquela,
Gosto do sabor de chá de canela.
sentir é bom! Sentimentos, nem sempre...

domingo, 4 de março de 2012

FIM DO END

Hoje é um daqueles dias
Que você não quer que chegue...
você espera que o tempo volte

Mas quando esses finais chegam
se escolhe:
-Prosseguir ou desistir.

E só podemos escolher por nós mesmos
e desse poder não me privo,
escolho seguir, nada mais me prende

Perde-se muito tempo sendo triste,
pelo menos eu ja perdi,
e tempo e vida não se compram...

Dia de arrumar o armário
de sentir cheiro de mofo,
nem a luz do sol consegue salvar essas coisas...

Então eu às junto, dando uma última olhada,
desço as escadas
e ponho fogo, é mais que um gesto...

Não te espero mais,
não espero nada de ninguém,
tudo que alguém me der será um presente único,
sem peso da obrigação

A cada passo que dou
por mais tímido que pareça
eu enxergo novas possibilidades

Os solutos foram se assentando lentamente
no fundo do copo,
e hoje consigo ver a água translúcida

Quero o caminho
a caminhada, á vista
os passos, se der, chegada.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

LENTES AZUIS

Mudarei a minha forma de ser otimista.
Aquela mania de achar que os outros serão com você, como você é com eles,
que se preocupam com você, como você se preocupa com eles...
Aquela outra mania de imaginar como pode ser bom, e se decepcionar...
E lembrar que o outro não tem culpa, ninguém lhe prometeu nada,
enxergar nas pessoas as melhores intenções, esquecendo que elas gostam de você como
gostam de papel higiênico, até ter usado...
Talvez a "realidade absoluta" não exista. Cada um vê com sua própria lente...
E estou trocando as minhas, tirando meus óculos que faziam pessoas que estão longes ficarem próximas,
que torna nítido rostos ofuscados e que me fazem ver tudo azul...



Infelizmente, bons atos às vezes são movidos por intenções maléficas, isso é mais comum do que se pensa...

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Campanha

Não Doe Nada que não estiver em bom estado de conservação!



ARRUME UM NOVO!

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

ATALHOS

Eu quase já não me lembrava quando foi que sai daquela estrada,
estrada boa iluminada..
Parecia ser longa, repetitiva, cansativa...
E por assim pensar, acabei entrando num atalho à princípio belo,
sombras e flores, invés de asfalto, um capim molhado,macio,
parecia um tapete estendido pra mim, convidativo...
E fui, e no início tudo me alegrava, tudo me seduzia,
da estrada eu nem lembrava, pois ainda era dia...
Era tanta liberdade, eu criava o meu caminho,
fazia estrada onde antes não tinha, meu pé fazia a trilha,
e assim fui entrando mata adentro, no meu atalho,
mas o mais importante me esquecia, pra onde mesmo que eu ia?
Os sons da mata foram se calando, a sombra que antes era boa,
agora era fria, o capim molhado agora era alto, molhava mais do que devia...
O Sol aos poucos se escondia, e eu parecia ter me esquecido, pra onde mesmo que eu ia?
Pensei em voltar, mas também não sabia de onde vinha,
se tinha vindo do norte, nem lembro, estava ali pela sorte...
E enquanto eu voltava pelo mesmo caminho que vinha,
todos os galhos que quebrei me arranhavam, em todas as pedras que retirei eu tropeçava,
me lembrei que o que antes foi descida, agora seria subida, a força pra voltar imensa...
Fiquei ali muitos dias, perdido, orgulhoso demais pra gritar por ajuda, eu entrei eu saio!
Uma coisa me valia, lembrei pra onde eu ia,
E quando finalmente cansado, cheguei à estrada,
vi que as coisas boas que na mata existiam, também na estrada estavam,
só que de uma forma mais clara, era campo aberto, a brisa comigo dançava.
E de tudo que vi de tudo que passei, só uma coisa ficou:
-Sei mais do que nunca pra onde vou!

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

FELIZ!!!!!!!!

Felicidade não vem quando alguém está perto...
Felicidade é só questão de ser (Marcelo Jeneci)

Às vezes vivemos esperando "coisas" acontecerem
e acreditamos que essas "coisas" nos traram felicidade,

Mas essas "coisas" são obstáculos para e felicidade plena,
aquela de acordar bem consigo mesmo,
de tomar um café sorrindo, e agradecer por mais um dia vivo...

Não condicionar a felicidade à nada, é um grande desafio

Essas coisas de só seri feliz: Quando... Se... O dia... são perigosas!

Vou ser feliz no meu instante...

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

00:17

"Se você pudesse ouvir por um instante meus pensamentos, você talvez teria coragem de seguir seu coração"

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Curva

Depois de muito andar
tentando achar respostas,
eu continuava em linha reta,
olhando e seguindo
indo em busca de um horizonte
que a cada passo parecia se distanciar de mim.


Era aquele sorriso que me faltava,
um sorriso alheio que me fazia sorrir como um espelho,
às vezes eu corria, na insistência de me aproximar

Mas sempre se distanciava...
Não acontecia nada,
o sol constante, e urubus que voavam tão alto,
quanto minha vontade de encontra-lá.
Fora isso, nem uma curva,
pra me tirar do caminho,
pra me fazer mudar o foco...

Ei! Você, seja minha curva!

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Guerra?

Não! Não vejo você como inimiga
Nem tenho mais armas...
Pelo que eu lutava mesmo?
Por nossa felicidade?
Lutar contra você pra ganhar algo,
bom pra nós dois?
Eu não consigo entender...
Flechas e "torpedos" não vão me acertar...
Se quer mesmo me acertar,
olhe nos meus olhos,
mire no peito e puxe o gatilho.
E recomece tudo...
Com isso, nem me iludo...

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Mila Guta

Éramos crianças.
Estavamos num colégio ruim,
mas isso fomos descobrir depois...

Minha pécima memória me permite lembrar que:
Ela era bailarina, conversada e meio tímida.
Jogava bola se não me engano, e era minha amiga.

Mas uma coisa me incomodava levemente...
Ela era inteligente,
Tirava notas mais altas que as minhas
Aquilo balançava meu ego...
Calma srrs coisa de criança


A gente fechava o semestre com "Chave de ouro"
mas o que vale ouro mesmo
é nossa amizade
que não teve fim por causa da puberdade,
onde nos tornamos sim "aborrecentes"

A vejo às vezes caminhando pelo campus
sempre sorridente, cheia de amigos.
Sou tímido! Ela acena, eu aceno, eu aceno ela acena!
A cena?
Ah, timidez! Mas admiro muito a futura Psicóloga
E sei que ela vai brilhar muito
Sinto saudades de ser da sala dela...
Pensando bem ser da mesma sala não seria boa idéia...
me lembrei das notas dela...

domingo, 29 de janeiro de 2012

ELA

Sabe o que vejo quando olho pra ela?
Uma garota linda, com traços de mulher
Dá vontade de ficar embaixo de sua janela
pra descobrir o que ela quer

Se fosse um beijo eu à daria
Plantaria ali uma flor
Seria um Sentinela
Aguardando ordens do amor

Quando estou perto dela também sinto
Paz, e vontade de abraça-lá

e sabe não minto,
gosto de toca-lá...

E seus olhos puxados, me atraem
meus pés perdem passo
meus sentidos me traem
perco ritmo e compasso


Vê-la é bom
Vê-la bem, também
Tê-la um dom
e sei, feliz quem à tem

Eu gosto de vê-la
de mergulhar naquele sorriso
tudo isso sem exigência
de mais nada preciso

O POETA

O poeta é alguém cujo sua alegria faz nascer no coração das pessoas uma flor, e sua desgraça é o esterco colocado no pé da flor...

Cenários

Depois de passar um cimento no rosto
para congelar um sorriso que antes não tinha
as trincas começaram a aparecer

Será por que embaixo do concreto,
existe um semblante triste
que não quer aquela forma, de forma alguma?

Visitei funebremente lugares
que ja foram cenários,
e comprevei que não estavamos mais ali

Usei razões pra segurar lágrimas
e me veio uma coisa simples na consciência,
teve fim por que "deixamos de fabricar momentos felizes"...

E por um momento me perguntei:
-O que função mais teria o amor do que essa?
Além de nos tornar fabricantes de momentos felizes!

Fiquei incrivelmente chocado com minha descoberta
e me lembrei das vezes que podia ter esculpido um sorriso naquela face,
e como dizem crianças eu não "fazi"...

E viver em busca gera uma anciedade
uma vontade de encontrar alguém:
"que não me disse-se nada, não me pergunta-se nada"(vander lee)

E vendo aquele lugar que antes foi cenário,
e hoje ruína, decidi ir deixando minha máscara
junto aos escombros... não mais me escondo

E vou virando as páginas
Lentamente como quem não quer,
mas vou nem sei por que mas vou...

E com o rosto descoberto
vou descobrindo que depois
da chuva vem o barro... e o sol também neh rsrs...

domingo, 22 de janeiro de 2012

Religiosos Ateus e Atoas

Opa tudo bem com vocês? Esse assunto de religião e discutir "Deus" está bem na moda, bem presente.
E não escrevo esse texto por esse motivo, embora essa onda de discussões tenham feito com que eu fizesse mais perguntas. Que eu me permita ao invés de simplismente aceitar as coisas eu possa questionar e conhecer  um pouco sobre elas.

Pense na seguinte situação:
Você chega na casa de amigos às 15 horas da tarde, e eles estão assistindo um filme de 2 horas e 30 minutos, que começou as 14 horas. Ou seja você perdeu 1 hora de filme, você vai assistir o resto mas, entender por completo, você nunca vai entender.

É assim que eu me sintia um pouco com religião. Eu ia na igreja Católica por exemplo, e eu fazia e repetia uma série de ritos, que eu não entendia. Um dia aquilo perdeu o sentido pra mim.
A pregação em si, o ensinamento quando bem passado, era útil pra me tornar um ser humano melhor.

Ai tem gente que diz o seguinte: -Ah na Igreja Evangélica eu me sinto melhor, eu sinto a presença de Deus. Vamos pensar: A Igreja dele com ar Condicionado, uma puta estrutura de som, uma banda incrível, hinos com melodias e arranjos de emocionar a à qualquer um, quem não fica "EMOCIONADO", quem não se sente bem em ouvir bem alto "IRMÃO A SUA VIDA VAI MUDAR AGORA", "IRMÃO PEÇA PERDÃO A DEUS E SUA VIDA RECOMEÇA AQUI", isso é muito bom de ouvir. Não digo que isso não seja de "Deus", olho pelo seguinte ponto: -Isso torna as pessoas melhores?

Ae tem aquela gente que é Ateu, e tem sua vida para tentar provar para os outros que "Deus" não existe. Acho que viver negando, argumentando contra, é meio pesado, não serve pra mim.
Mas também ver "religiosos" olhando torto para "Ateus" e os chamando de "Marionetes do CApeta" ( Pô isso daria um bom nome de banda) não acho legal.

Vamos a ideologia. Eu estou fazendo um texto, com algumas críticas e tals, tenho conhecidos que diriam algo parecido com o que citei acima. "Ah, é O "Diabo" te controlando pra você ser "REBELDE" E "QUESTIONAR". Olha sinceramente? Pra mim essas coisas são fantasiosas.

Acredito que existem pessoas boas e más. Que fazem o bem ou o mal.
A gente sabe, quando olhamos pra nós mesmos nossa essência. A gente sabe quando foi falso, quando agiu de má fé, quando quis aparecer, quando humilhou enfim, sabemos dos nossos atos.


Eu não venho aqui afirmar que "Deus" não exista, ou que "tal religião seja boa ou ruim" nada disso.
Acredito que existe um criador, a natureza é muito perfeita, tudo isso veio de algum lugar, mas nem eu nem você sabe explicar com "Certeza" como foi ou quem fez. Se "Deus" não quisesse que a gente perguntasse, teria nos feitos "simples e puros" como os animais.

Não sou um conhedor da Bíblia, leio regularmente, mas sabe como gosto de ler? Sem ataques emocionais. É um livro que quer contar histórias, e quer ENSINAR, e não me EMOCIONAR. Algumas passagens são bonitas e emocionam? Sim concordo, mas temos que estar raciocinando o que está sendo passado, que pra mim é o mais importante.

Se "Deus" e "Jesus" fosse visto de forma mais "filosófica" e menos "mística/sobrenatural" acho que atingiria mais as pessoas que questionam esse assunto.


Se olharmos á fundo vemos que, "Deus" é criado de forma particular para cada pessoa. Sim. Por exemplo: Pra algumas pessoas "Deus é Forte e Vingador ( tipo Galo)", para outros "Deus é bom e misericordioso". Outros dizem: -Ah "Deus" olha é o coração, não liga se a gente beber cerveja" (Provavelmente esse ser bebe cerveja). Ou "Deus" olha coração não liga pra que música você escuta ( eu escuto Iron Maiden, que tem fotos estranhas na capa, meu "Deus" seria assim, não ligaria pra que tipo de música eu to escutando).


Ae vem aquele argumento -Ah Ben, você não conhece a "Verdade", "Conheça a verdade e ela vos liberta-rá." Libertar dentro de uma série de opressões e renúncias.




Quer ver um exemplo:
Uma das coisas que mais destrói o ser humano, que é uma "DESGRAÇA", é a bebida alcoólica.
Ow, se você bebe socialmente com os amigos, beleza mas um conselho tome cuidado! A mesma cerveja que traz sua "ALEGRIA" é a "DESGRAÇA" de muita gente.
Ae vem gente me dizendo: -Nó cê parece "Crente" nem bebe cerveja! Eu não bebo não por causa de desagradar a "Deus",  "Deus" me deu inteligência pra analisar e ver se aquilo é bom ou não pra minha vida, se eu decidir encher a cara um dia é por que eu quis e não por que "O Capeta" me chamou pra tomar uma.
É muito mais fácil culpar o "COISA RUIM" pelos milhões de alcoólatras, do que pensarmos no problema racionalmente como seres humanos e tomar atitudes contra.
Outro ponto, às vezes a pessoa tem dificuldades de parar de beber. Ae chega um religioso nela e tals, e troca idéia e fala de "Jesus" e leva pra "Igreja" e tals e o cara se restabelece. Foi um milagre de "Deus"? Ao meu ver: NÃO! Tudo é milagre, tudo é Deus. Mas "Deus" não ia se materializar e carregar o bebum no colo, sabe por que? Ele já criou HUMANOS pra isso, criou coisas como: -Amizade, Conselho, carinho, atenção, Médicos, Psicólogos. Enfim deixu tudo aqui pra gente usar e fazer o "MILAGRE" acontecer.

Então quer saber minha religião? Eu não sou Ateu, talvez o termo mas apropriado seja "ATOA" não sigo nenhuma, todas são igualmente "Maravilhosas e Pécimas", acredito no que o SER HUMANO faz por sua vontade. Outra coisa que escuto muito: O cara mata e estrupa e diz: - Foi o Diabo que entrou em mim! (Vá se fu!@#$)


Um pensador disse assim:
"Seja a mudança que você quer ver no mundo."

Galera é isso então: espero não ter "CONCLUÍDO" o texto.
Segue abaixo um video que gostei de um Pastor:



http://www.youtube.com/watch?v=i-2UR2H4MVM&feature=related

sábado, 21 de janeiro de 2012

Mais que Médica

Olha atenta sob os óculos, feridas, alopecias
Sutura com as delicadas mãos.
Enquanto isso sorri, enquanto lembra de alguma canção.

Nem precisava ser atenciosa comigo,
o que ela ja faz pelos meus amigos ja bastaria.
Mas ela supreende com algo ainda não dito,
e vai fabricando alegria...

Seu assunto não cansa, seu perfume não enjoa
Seu jeito é leve, e a leveza é dos céus
e dos seus cabelos lisos ou encaracolados,
caindo sob as claves, ela se cria.


É assim que funciona admiração
quando voce vê ja conhece e gosta,
ja sente falta, quer estar em volta.
Em órbita, constante translação.

Disso tudo é certo que vou,
até pelo animal que também sou
admirando ainda mais,
minha querida Elaine,
Médica dos Animais!

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Quase Amor

Olhou para mim com um olharde esperança.








Nunca vi uma daquelas assim, desacompanhada.









De fato muito linda.









Não sei o que fazia ali.







E ela me encarava de uma forma que até me comovia.








Queria se aproximar, ela estava com medo.







E eu também, grande e bonita e me encarando.








Dava pra ver no fundo dos seus olhosque ela queria algo.









E naquela situação eu sem saber o que fazer.








Ja tinha percebido seus olhos acastanhados.









Dentes muito brancos e andar até delicado.









E quem me conhece sabe, eu me apaixono muito fácil.











Eu tinha que decidir, tinha que fazer algo.






Ela ali sozinha, olhando pra mim os carros passando.








Meu coração acelerava, um misto de medo, de compaixão.








E ela parecia decidida, continuava me encarando e agora parecia estar vindo na minha direção.








Eu próximo do portão de casa, ela parecia estar me seguindo.






Meus Deus, o que ela faz ali sozinha, tão bonita, de olhos acastanhados e me encarando.








Ela me encarava mas era de forma amigável, não me trazia medo.








Mas eu não podia, Ah de jeito nenhum eu não poderia me permitir.







 E antes que a paixão tomasse conta e eu cometesse alguma loucura,







O seu Dono apareceu!







Ufa!







Mais uma cadela lá em casa e minha mãe me põe pra fora!


É Assim

" Vamos entender, só faço questão de discutir com alguém quando acredito que chegarei a algum lugar com a discussão, caso contrário o silêncio é o maximo que dou para a pessoa".

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

O Crente

Crente gripa? Sim.
Crente quebra a perna? Sim.
Crente bate o carro? Sim.
Crente tem dor de barriga? Sim.
Crente sente raiva? Sim.
Crente sente fome? Sim
Crente tem ciúmes? Sim
Crente quer ter carro? Sim
Crente sente medo? Sim
Crente tem que trabalhar? Sim
Crente anda de ônibus? Sim.
Crente morre? Sim
Crente tem que pagar o que deve? Sim.

Crente gosta de sofrer? Não
Crente gosta de pobreza? Não
Crente gosta de inveja? Não.
Crente gosta de trabalhar muito e ganhar pouco? Não.
Crente gosta de não se sentir valorizado? Não
Crente gosta de injustiça? Não.
Crente gosta de exploração? Não.
Crente faz tudo certo? Não
Crente sempre acerta? Não.
Crente Nunca peca? Não.
Crente sabe tudo? Não
Crente é dono da verdade? Não.


Oh! Acho que você vive no mesmo mundo que eu!
Oh! Acho que você é igualzinho a mim!





Gandhi
"Quem busca a verdade, quem obedece a lei do amor, não pode estar preocupado com o amanhã."

domingo, 15 de janeiro de 2012

Quando começa o fim

A gente tinha algo entre nós apelidado amor.
Sonhos e planos como um jardim em flor

Mas as flores de nove primaveras, não resistiram
ao último verão
Eo que poderia ter sido lindo, parece hoje ter sido em vão


Tudo que a gente viveu vai servir de experiência pra nossos futuros amores.
Levaremos o fogo das risadas e as cinzas das dores



è ruim pensar que hoje te amo e não posso te ter ao meu lado
e quando formos pessoas melhores o tempo de hoje já vai ter passado


Vai ter sempre uma marca, uma cicatriz
é terra de mim tirada quando se arranca uma raiz


Por um tempo sentirei um gosto amorgo de fracasso,
de tudo que podia ter sido, e do que nunca será completado.


Quando daqui a uns anos, eu te reencontrar
inevitalvelmente vou me lembrar.


Lembrar do que foi bom, e do que foi ruim,
mas sem nunca levar mágoa dentro de mim


vou conviver com a tristeza, mas sem convida-lá pra aqui morar
Um dia desses ela vai embora e não tão longe por outros motivos ela há de voltar.


Hoje vejo que perdi e que ela também perdeu.
Onde é que ela vai achar um "Magrelin Charmoso" como eu?


Não sou convencido, não é isso que vim falar.
Mas se a gente não se gosta, quem vai conseguir me amar?


lamentar não leva a nada, é um pécimo caminho
não vai trazer você de voltasó vai me deixar mais sozinho



Não se deve deixar nada roubar sua alegria
por que o que vai nunca volta, nem um minuto, nem um dia



Minha vida mais que nunca, eu vou encher de esperança
um dia desses quem sabe me apaixono, nessas minhas andanças...

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Digna de serenata

De quem eu gosto agora?

É você ainda? Aquela que me abraçava nas pontas dos pés tentado alcançar minha orelha,
ou será que você se foi e eu não ouvi.



É você ainda? Aquela que ria das minhas piores piadas, e continuava me olhando, intertido com um cão no colo.

É você ainda? Aquela que dormia em meus braços de forma tão segura e inocente, enquanto o ônibus cortava as montanhas.

É você ainda? Aquela que sabia mais da minha infância do que eu, que lembrava como eu era, e sabia hoje quem eu era.

É você ainda? Aquela que eu gostava de ver com pouca luz, dona de olhos brilhantes, eletrical storm.

É você ainda? Aquela que entendia meus devaneios,e aceitava meus desejos e escutava meu violão.

É você ainda ? Aquela que eu pensei ser a última, e que me queria por um tempo chamado sempre.

Pergunto-me: Ela existe ainda? De quem eu gosto agora?
Não sei, não descubro, me cubro de lembranças antigas, essa vontade de acreditar, que você ainda é aquela por quem eu me apaixonei. Onde eu te deixei?

Chego a pensar: Você era real?

Isso aos poucos devora... e de quem eu gosto agora...

Limite do Desejo Edge of DEsire John mayer

Limite do Desejo Edge of DEsire John mayer

Jovem e cansado de fugir
Me diga onde isto esta me levando?
Apenas um grande desvendador ou um infinito pequeno

Amor realmente não é nada mais
Que um sonho que fica me acordando
Por toda minha tentativa
Você ainda termina morrendo
Como pode ser?

Não diga uma palavra, apenas venha e deite aqui comigo
Porque estou prestes a colocar fogo em tudo que vejo
Eu te quero tanto que voltaria atrás no que acredito
Acabo de admitir, tenho medo que se esqueça de mim

Tão jovem e cansado de fugir, por todo o caminho até o limite do desejo
Controlo minha respiração, gritando silenciosamente,
"tenho que te ter agora"
Inquieto e estou cansado
Acho que vou dormir nas minhas roupas no chão
Talvez esse colchão gire em torno do eixo e acabe no seu

Não diga uma palavra, apenas venha e deite aqui comigo
Porque estou prestes a colocar fogo em tudo que vejo
Te quero tanto que voltarei às coisas que acredito
Acabo de admitir, estou com medo que se esqueça de mim

Não diga uma palavra, apenas venha e deite aqui comigo
Porque estou prestes a colocar fogo em tudo que vejo
Te quero tanto que voltarei às coisas que acredito
Acabo de admitir, estou com medo que se esqueça de mim

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Gripe amorosa

De repente eu senti meu corpo quente mas eu sentia frio.
Meu corpo entre cala-frios ia ficando levemente dolorido,
como se alguém tivesse me batido dias.

Minha cabeça ficando pesada, os olhos ardendo,
meu nariz escorria, eu espirrava. E sentia dor no peito.

Eu não tinha vontade nem de comer nem de beber,
queria ficar deitado. eu o tempo que passava lento... parecia
me dizer que aquilo seria pra sempre...

E o pior de tudo, aquilo não me matava mas não havia remédio.


Assim também foi quando ela me deixou

Senti meu corpo quente e frio, uma dor no peito,
uma sensação estranha, que eu estava perdido.
Minha cabeça doía, pesada cheia de lembranças,
os olhos ardiam de tanto chorar, escorria dos meus olhos
tristeza. E aquele vazio no peito.
Eu não queria nem comer nem beber.
queria ficar deitado lembrando, chorando, me culpando.
E o tempo queria me convencer que aquilo seria pra sempre,
E o pior de tudo é que aquilo não me matva, e não havia remédio...

Ser abandonado ou estar gripado não é bom,
mas são coisas que vem, e por terem vindo um dia também irão.

Deitei e me cobri com um cobertor,
Um cobertor de idéias positivas, de sonhos novos.

Tomei um chá de limão.
Tomei coragem de me perdoar, e principalmente de perdoa-lá.

Tossi e as "coisas" saiam do meu peito
Chorei e lavei minhas culpas.

Tomei um analgésico, para aliviar a dor,
recebi um abraço silencioso que também aliviou a dor

Tomei muita água, hidratação.
Tomei outros sonhos, renovação.

Assisti Chaves, debaixo do cobertor
Tomei sopa, escutei "Tadeu Franco".

E sabe eu descobri:

Para gripe e desilusão : Tempo!
É preciso viver, passar por elas...

Enquanto isso, Sopa e Chaves...
"Nós Dois" deixo pra depois.