segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Gripe amorosa

De repente eu senti meu corpo quente mas eu sentia frio.
Meu corpo entre cala-frios ia ficando levemente dolorido,
como se alguém tivesse me batido dias.

Minha cabeça ficando pesada, os olhos ardendo,
meu nariz escorria, eu espirrava. E sentia dor no peito.

Eu não tinha vontade nem de comer nem de beber,
queria ficar deitado. eu o tempo que passava lento... parecia
me dizer que aquilo seria pra sempre...

E o pior de tudo, aquilo não me matava mas não havia remédio.


Assim também foi quando ela me deixou

Senti meu corpo quente e frio, uma dor no peito,
uma sensação estranha, que eu estava perdido.
Minha cabeça doía, pesada cheia de lembranças,
os olhos ardiam de tanto chorar, escorria dos meus olhos
tristeza. E aquele vazio no peito.
Eu não queria nem comer nem beber.
queria ficar deitado lembrando, chorando, me culpando.
E o tempo queria me convencer que aquilo seria pra sempre,
E o pior de tudo é que aquilo não me matva, e não havia remédio...

Ser abandonado ou estar gripado não é bom,
mas são coisas que vem, e por terem vindo um dia também irão.

Deitei e me cobri com um cobertor,
Um cobertor de idéias positivas, de sonhos novos.

Tomei um chá de limão.
Tomei coragem de me perdoar, e principalmente de perdoa-lá.

Tossi e as "coisas" saiam do meu peito
Chorei e lavei minhas culpas.

Tomei um analgésico, para aliviar a dor,
recebi um abraço silencioso que também aliviou a dor

Tomei muita água, hidratação.
Tomei outros sonhos, renovação.

Assisti Chaves, debaixo do cobertor
Tomei sopa, escutei "Tadeu Franco".

E sabe eu descobri:

Para gripe e desilusão : Tempo!
É preciso viver, passar por elas...

Enquanto isso, Sopa e Chaves...
"Nós Dois" deixo pra depois.

Um comentário:

  1. E pensar que talvez do outro lado, tenha alguém que sonha com esse forte sentimento. Que anseia por um carinho seu, mas seu corpo ainda não produziu anticorpos suficientes para superar. Então o outro lado diz: Tempo, quando as feridas cicatrizarem o traga para mim para que assim o faça renascer.

    ResponderExcluir

Comentem, perguntem, elogiem, critiquem, mas sejam verdadeiros...