domingo, 15 de janeiro de 2012

Quando começa o fim

A gente tinha algo entre nós apelidado amor.
Sonhos e planos como um jardim em flor

Mas as flores de nove primaveras, não resistiram
ao último verão
Eo que poderia ter sido lindo, parece hoje ter sido em vão


Tudo que a gente viveu vai servir de experiência pra nossos futuros amores.
Levaremos o fogo das risadas e as cinzas das dores



è ruim pensar que hoje te amo e não posso te ter ao meu lado
e quando formos pessoas melhores o tempo de hoje já vai ter passado


Vai ter sempre uma marca, uma cicatriz
é terra de mim tirada quando se arranca uma raiz


Por um tempo sentirei um gosto amorgo de fracasso,
de tudo que podia ter sido, e do que nunca será completado.


Quando daqui a uns anos, eu te reencontrar
inevitalvelmente vou me lembrar.


Lembrar do que foi bom, e do que foi ruim,
mas sem nunca levar mágoa dentro de mim


vou conviver com a tristeza, mas sem convida-lá pra aqui morar
Um dia desses ela vai embora e não tão longe por outros motivos ela há de voltar.


Hoje vejo que perdi e que ela também perdeu.
Onde é que ela vai achar um "Magrelin Charmoso" como eu?


Não sou convencido, não é isso que vim falar.
Mas se a gente não se gosta, quem vai conseguir me amar?


lamentar não leva a nada, é um pécimo caminho
não vai trazer você de voltasó vai me deixar mais sozinho



Não se deve deixar nada roubar sua alegria
por que o que vai nunca volta, nem um minuto, nem um dia



Minha vida mais que nunca, eu vou encher de esperança
um dia desses quem sabe me apaixono, nessas minhas andanças...

Um comentário:

  1. "é ruim pensar que hoje te amo e não posso te ter ao meu lado."
    Muito provável que nunca o tenha, pq vc está tão entrelaçado nas suas dores e angústias que não há espaço para alguém tratar de suas feridas.
    Como cantaria vc: "... te amo calado."

    ResponderExcluir

Comentem, perguntem, elogiem, critiquem, mas sejam verdadeiros...