sexta-feira, 13 de abril de 2012

Eu você e o Céu (Ben-hur de Oliveira)


  
È só aquela mania de lembrar de você/ toda vez que me distraio/ sem culpa eu caio

Um café quente pra tirar o cansaço/ um pensamento bom pra iludir o fracasso/ o que eu faço

 ponho meus óculos pra esconder o olhar/ enquanto meus pés me levam para o mesmo lugar/

 Pego a estrada sem ter direção/ como se eu fosse esquecer o caminho de casa/ 



 Está tudo tão igual/ tudo onde eu coloquei e por que não me encontro?

Tudo tão normal/ do jeito que planejei, o que será que falta? Será sua falta?




  Eu viajei, vi outros céus você não estava lá/  pra eu esticar o braço pra  nos fotografar

Sorrindo pra eternizar  um momento bom qualquer nada espetacular seria só eu você e o céu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem, perguntem, elogiem, critiquem, mas sejam verdadeiros...