segunda-feira, 11 de junho de 2012

Violão e Nós

Como definir o "Violão e Nós"?

Uma experiência única, onde cada um deu o seu melhor, retirou o que há de mais puro da alma e colocou ali, para ser compartilhado, e todos "nós" fomos nos alimentando. Tudo começando com um violão, um violão de cordas velhas encostado no sofá... e amigos. Sim, pois onde existe amigos, existe sonho e realização. Os falsos amigos até sonham conosco, mas depois colocam nossos sonhos longe...
Os amigos Não! Esses dizem assim: - E então começamos a ensaiar quando? Como me disse Jon Pierre, me trasmitiu um enstusiasmo único e então guardei aquilo. Em seguida disse a Nino Nunes sobre o projeto, e ele disse calmamente e não menos entusiasmado, - Bora me velho, animo demais!
Precisavamos de Ritmo e de compasso, e não haveria pessoa melhor que Esdras Haendel. Queria também alguém pra trazer ainda mais energia, positividade e leveza, ninguém menos que Daniel Darezzo.

A turma ia crescendo e então minha sister topou participar, e ja foi logo dando suas idéias e me perguntando como seria. Pensei em Nádia Nunes, gosto do timbre, da risada da compania, e topou e deu o seu melhor.
Paula Ribélo trouxe a paz que meus ouvidos precisavam, e os arrepios tão bons quando ela canta "te Olhando dormir". Sempre tive vontade de cantar mais com ela, tivemos uma banda , "Flor de Laranjeira", tão perfeita que fizemos apenas um show, e assim quando convidei Clara Lopes ela logo me disse entre sorrisos: -Claro! E me emocionei com sua apresentação!





Tive também a participação de João Pedro (JP), empenhado em dar o seu melhor.




 E fechamos com chave de ouro, com o som inconfundível da Gaita de Marcelo Teixeira, um cara de um astral ótimo e uma musicalidade ímpar.

Juntamos isso tudo aos nossos queridos amigos e companheiros da produção, Diogo, cheio de iniciativa, prestativo e animado. Eduardo, mais sério (no início rsrrs) concentrado e super capacitado e literamente nos iluminou, nosso amigo Itamar nos emprestando instrumentos e dividindo conosco os momentos. Leonardo Silva meu braço direito sempre disponível, disposto e organizado. Isso tudo ia sendo registrado pelas lentes do incrível Felipe Assunção, o cara que eterniza momentos. Entre outros que posso ter me esquecido mas que de maneira nenhuma são menos importantes!

Tivemos um som maravilhoso feito por Toninho e Diel, e filmagem de Bruno Santos. Todos empenhados pra que o evento ficasse lindo!

Agradeço toda a atenção e paciência que recebi de Letícia e Pedro e toda equipe do teatro Sesi Holcim que abriram as portas do teatro e confiaram no meu trabalho.


Agradeço ao público que compareceu fielmente ao espetáculo e me acalentou com palmas.

De uma coisa tenha certeza, nós saímos de lá pessoas melhores, reforçamos os laços de amizade, alegramos nossos corações, ficamos anciosos, nos emocionamos, e demos muita risada rsrs! Isso não se compra...

Uma força criadora esteve conosco o tempo todo... Seria Deus olhando sob os óculos lá de cima?
Na verdade não sei, mas sei que eu estava rodeado de anjos de carne e osso, desses raros aqui na terra!

E foi assim o "Violão e Nós", agradeço a você que nos prestigiou,
espero que vocês tenham gostado!

Um grande abraço a todos
Ben-hur de Oliveira



13 comentários:

  1. Adorei o post! Você merece sucesso! Esteja certo que se eu não acreditasse em você, no seu talento e na sua sensibilidade, fotografar seu espetáculo não seria tão fascinante. Sinto me feliz em poder registrar momentos impares como esses. Espero que seja o início de uma grande colheita. As sementes já foram plantadas. E estou certo que os frutos já começaram a surgir! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. As letras são legais mas desafina MUITO. Tenta fazer aula ou trocar o vocal e boa sorte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh anônimo, mas do que um grupo de música somos amigos, e não temos intenção de trocar o vocal, escutei nossa gravação e realmente tem erros sim, mas nem tanto como você disse. Fazer aula é sempre uma boa pedida. Mas nosso público gostou tanto que lhe sugiro não ir a nossas apresentações mais, basta você entrar no site e ler nossas letras, obrigado Sorte pra nós

      Excluir
  3. As pessoas não tem a exata sensação da responsabilidade e esforço de um evento aberto ao público, nunca seremos capazes de agradar a todos, exatamente por isso é aberto, para que as pessoas possam se sentir no direito de simplesmente não ir, este tipo de opinião não acrescenta em nada no trabalho dos AMIGOS que fizeram o show, muito obrigado de coração a todos que foram, tenham a mais absoluta certeza de que as pessoas que se envolveram de fato foi pelo coração e foram até o seu máximo limite!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim nunca agradaremos à todos. E não vivemos somente de elogios e criticas, fazemos nosso trabalho por que amamos estar ali, e a força que o público nos dá é mais forte que as críticas , que também são validas. Abraços

      Excluir
  4. Acredito no esforço e volto a dizer que para honrar a música Brasileira tem que ser bom. Som ruim é o que existe quando o dom e vocação não bate. Caberia perfeitamente numa reunião de família e amigos de forma privada. É questão de ter bom senso e senso do ridículo. Lembra bem aqueles programas de jovens talentos ex:ídolos. Quando um "sem noção" se lança no palco. Do mais fica a dica e querer ser ridículo é opção livre. Desejo boa sorte e tenham certeza que dizer que foi bonitinho não estaria sendo justo com a musicalidade Brasileira. Paz e sorte

    ResponderExcluir
  5. A amizade é linda e o esforço também. Mas o Som é ruim. Desafina. E mais que isso... vocal não alcança o que é necessário. DUVIDO que um produtor bom escute uma música até o fim. Se o máximo limite da equipe é esse. Valha-me Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido Anônimo, em primeiro lugar aceito sempre todos os comentários. Fizemos nossa apresentação com os recursos que tinhamos, nenhum grande músico, nenhum grande produtor. Temos boa vontade e união. Mas parece que essas coisas nem tem valor neh...
      Imagine uma fogueira... essa é nossa vontade, todos nós depositamos lenha, e assopramos pra que nosso fogo cresça, suas críticas são importantes e criticamente eu até concordo com você em alguns pontos. Acontece que suas críticas são pequenas gotas de água fria caindo sobre uma superfície bem quente, o máximo que faz é um barulhinho de "tiss", mas não nos esfria. Mas você tem liberdade de não nos ouvir e não ir aos nossos shows.
      E talvez o que seja ridículo pra você não seja pra outros, se produtor vai gostar ou não "nem Ligo", eu me financio. Se eu ver que meu som só cabe em festas de família... bora tocar em festa de família.
      Ah , e quando você for tocar por favor me mande o convite pago o que for, pra ver e ter uma noção do que é qualidade musical. Abraço

      Excluir
  6. Não vai aceitar a postagem, significa que não aceita uma crítica.

    ResponderExcluir
  7. Querem ser ridículos. Afrontam a MPB.
    Sem mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok. Não te respondo mais, me denuncie pra Associação de Música Popular Brasileira.
      Sem mais.

      Excluir
  8. Oi, Ben-Hur. Seguindo tua dica,cheguei ao teu Blog. Não preciso mais dizer que me tornei fã te teu trabalho.
    Acabei de ler sua tentativa de diálogo com o cara anônimo, na medida em que só recebeu agressividade. Não perca seu tempo com quem esconde a própria identidade. Normalmente gente assim esconde inveja e/ou o despeito de quem não se realiza com o próprio trabalho (se é que o tem).
    Críticas são louváveis quando vêm em auxílio colaborativo e no caso desse cara,ele está mais afim é de te irritar.
    Quanto à sua qualidade vocal,você mesmo conhece sua capacidade e suas limitações. E considero um dever de todo cantor buscar se melhorar, extrair de si o melhor, tanto para o próprio deleite, como para a alegria e aceitação de seu público.
    Enfim, "anônimos" pela estrada sempre haverá. Estes, são insignificantes e não devem receber o atenção generosa de seus ouvidos,nem muito menos a perda de seu tempo. Tenho certeza que compondo e encantando os que de ti se tornam fãs será muito mais proveitoso.
    Encerro, manifestando meu apoio a teu trabalho, através de meus muitos aplausos...clap,clap,clap,clap!

    ResponderExcluir
  9. Olá Ricardo Santos , os "anônimos" que aparecem na nossa caminhada realmente não merecem atenção. Eles criticam, criticam mas, não possuem algo melhor e nem querem ajudar no seu crescimento. Sou artista e faço a minha arte, ela está ae pra quem quiser ver e ouvir... Eu busco melhorar a cada dia, melhor a técnica, os recursos, mas nunca tive vergonha do que eu fiz. Era o meu melhor naquele momento. Tenho conquistado muito fãs, que se tornam amigos e que inclusive criticam alguns pontos para que eu melhore. Recebo seus aplausos e agradeço pelo carinho. Grande Abraço

    ResponderExcluir

Comentem, perguntem, elogiem, critiquem, mas sejam verdadeiros...