domingo, 14 de dezembro de 2014

Semente

Que o seu sorriso tenha raízes profundas
Nascido da boa semente das escolhas
É que os frutos que colher,
sejam doces e que não te envenenem a alma

Que seu pé de escolhas
tenha tronco forte
que se mantenha de pé
mesmo quando os ventos da solidão soprarem

e que quando todas as folhas caírem
você ainda tenha seiva
que não morra seca
a espera de outros frutos...

Também tenho sementes de escolhas...
Mas ainda não foram plantadas
antes, eu preparo o terreno
cavo uma cova profunda...

E aprendo a ser amigo do tempo,,,
quero saborear meus próprios frutos
e que a espera do próximo sorriso
seja anciosamente calma
como a mãe que espera um filho

Dividirei os frutos que colher
com aqueles que souberam esperar
que calejaram as mãos
por que acreditaram nas minhas sementes

E se um dia quiser do meu fruto provar
Te lembrarei de um tempo passado
que aquela sua semente decidiu plantar
E do anseio que tinhas pra teus próprios frutos provar




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem, perguntem, elogiem, critiquem, mas sejam verdadeiros...